Portal do Governo Brasileiro
  • Mercosul
  • Argentina
  • Brasil
  • Paraguai
  • Uruguai
  • Venezuela
  • Bolívia
  • Chile
  • Colombia
  • Equador
  • Peru

 

No âmbito do Projeto "Apoio ao Programa de Mobilidade MERCOSUL em Educação Superior", foi realizada a convocação a projetos de conformação de redes acadêmicas, DIA 29 DE OUTUBRO DE 2010, atendendo a um de seus quatro resultados esperados: "constituição e implementação de redes de intercâmbio acadêmico entre universidades dos quatro países para o desenvolvimento de projetos conjuntos no âmbito do Plano Estratégico do Setor Educacional do MERCOSUL.

A convocação foi lançada em 29 de outubro de 2010, tendo sido publicada oficialmente no portal da União Europeia e do Ministério da Educação e Cultura do Uruguai. Os Ministérios dos outros países membros publicaram a convocação em seus sites Web e realizaram a disseminação interna nas universidades de seus países. Anteriormente tinham sido convocadas as Universidades interessadas em participar do Projeto Mobilidade MERCOSUL, após arrolar aquelas habilitadas a se apresentar como solicitantes. As universidades habilitadas por país são distribuídas da seguinte maneira: 

Total Universidades Habilitadas 60 100%
Argentina 27 45%
Brasil 19 31.66 %
Paraguay 10 16.66 %
Uruguay 4 6.66 %

 universidades habilitadas

A convocação encerrou em 31 de janeiro de 2011, com a apresentação de trinta e oito solicitações de subvenção, superando as expectativas estabelecidas a priori, no que diz respeito ao número de projetos a serem apresentados. A este número, devem acrescentar-se setenta y nove universidades, que se integraram a esta convocação como universidades parceiras.

O sucesso da convocação se reflete no volume de solicitações de subvenção apresentadas. A seguinte tabela exibe o número de solicitações e sua distribuição por países. 

Total propostas apresentadas 38 100%
Argentina 19 50 %
Brasil 4 10.53 %
Paraguay 7 18.42 %
Uruguay 8 21.05 %

Um Comitê de Avaliação conformado por acadêmicos dos quatro países selecionou oito das trinta e oito propostas apresentadas para financiamento, sendo distribuídos entre elas € 599.325. Como adjudicatários das subvenções em questão, devemos considerar as oito universidades coordenadoras dos referidos projetos às quais se acrescentam trinta e cinco em qualidade de associadas.

No seguinte quadro, apresenta-se a relação das propostas a subvencionar com os respectivos montantes atribuídos e as respectivas universidades coordenadoras dos projetos. 

N.° do Projeto Título do projeto Universidade Coordenadora
3 Cursos interuniversitários para o intercâmbio de conhecimentos no espaço do MERCOSUL. Universidad Nacional de San Juan (Argentina)
7 Para a conformação de uma rede acadêmica em bibliotecologia e ciências da informação no MERCOSUL: Cooperação e intercâmbio para integrar a disciplina na região. Escuela Universitaria de Bibliotecología y Ciencias Afines /UdelaR (Uruguay)
11 Programa de intercâmbio “Identidade plurilíngue, operatividade bilíngue” Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación/UdelaR (Uruguay)
15 Rede de incubadoras universitárias do MERCOSUL-RIUM Universidad del Cono Sur de las Américas (Paraguay)
17 Fortalecimento dos escritórios de Relações Internacionais (ERIs) como estratégia de aprimoramento da gestão institucional e integração das instituições de educação superior do MERCOSUL. (Projeto foros- MERCOSUL) Universidad Nacional de Asunción. (Paraguay)
18 Construção Cooperativa de Políticas e Estrat&eacuite;gias de Formação de Docentes Universitários na Região. Universidad Nacional de Córdoba (Argentina)
20 Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos, situação atual no MERCOSUL. Universidad Nacional de Córdoba (Argentina)
32 MERCOSUL, Integração e Interlocução: Língua e Cultura. Universidad Federal Fluminense

 As solicitações orientavam-se conforme uma série de prioridades pré-estabelecidas na convocação do modo seguinte:

Prioridade 1: Promover a articulação de programas acadêmicos e planejamento educativo para a complementaridade.

  • 1.1 Desenvolvimento de acordos de cooperação acadêmica
  • 1.2 Desenvolvimento de redes acadêmicas
  • 1.3 Intercâmbios redes e cooperação para a formação docente

Prioridade 2: Promover cursos pilotos em períodos não letivos, para estudantes de graduação da região ministrados por docentes de outros países do MERCOSUL, através de ações tais como: 

  • Implementação de cursos com docentes estrangeiros
  • Implementação de cursos em colaboração entre instituições

Prioridade 3: Promover e fortalecer sistemas de capacitação para o ensino dos idiomas oficiais do MERCOSUL como segunda língua mediante:

  • A implementação de cursos com docentes estrangeiros
  • A implementação de cursos conjuntos com participação de estudantes e docentes de todas as instituições envolvidas.
  • A elaboração de materiais ou ferramentas com fins didáticos

Prioridade 4: Apoiar projetos de melhoramento da gestão acadêmica e institucional através de ações tais como:

  • Elaboração e execução de projetos de cooperação técnica em temas de gestão, qualidade e organização universitária.
  • Implementação de cursos, oficinas, etc., sobre gestão, qualidade e organização universitária.
  • Desenvolvimento de material, instrumentos, software, etc., sobre gestão acadêmica e institucional.
  • Projetos de pesquisa sobre gestão e organização universitária.
  • Os projetos finalmente selecionados para sua subvenção correspondem às distintas prioridades conforme apresentado no seguinte quadro.

No espírito da proposta deve destacar-se uma firme tendência inclusiva, atendendo àquelas universidades com menos experiência em temas de mobilidade, com cursos ainda não credenciados, ou universidades oriundas de regiões de menor desenvolvimento relativo. Este espírito ficou manifesto na hora da incorporação de critérios de elegibilidade das solicitações de subvenção, nos quais se enfatizava na incorporação de universidades com tais características como elemento positivo para o processo de avaliação.

Com certeza, a convocação cumpriu seu encargo de conformação de redes interuniversitárias regionais, permitindo uma integração entre universidades que vêm desenvolvendo trabalhos conjuntos pela primeira vez.

brasil progr marca logo nucleo1 secretaria mercosul Acreditação Regional de Cursos Universitários Mercosul

SICMERCOSUL © Todos os diretiros reservados Login